Rubens Ewald Filho

In Memoriam

Em 2018, Rubens Ewald Filho comentou a Festa do Oscar (pela trigésima quinta vez, certamente um recorde mundial), agora também pela TNT, comentou a premiação do SAG (TNT), Globo de Ouro. Já assinou e editou mais de 30 livros, incluindo o Cinema vai a Mesa (sobre Culinária no Cinema) além de ter sido editor de mais de 250 livros da Coleção Aplauso, da Imprensa oficial do estado de São Paulo. Nascido em Santos, formou-se em Direito, Jornalismo, Historia e Geografia, fez pós-graduação em teatro, professor de cinema na Faap e outras faculdades. Como diretor de teatro, dirigiu vários espetáculos como o Musical Judaico Broadwish, as versões de Hamlet Gashô, o Amante de Lady Chatterley, “Querido Mundo” de Fallabella e Maria Carmen Barbosa que ficou quatro anos em cartaz.

Trabalhou em todas as televisões, 12 anos de Globo, dez de TV Cultura, passando por inaugurar o primeiro canal de teve por assinatura, TV Abril, depois foi diretor de programação e produção da HBO Brasil. Tem o recorde mundial de filmes vistos no cinema (mais de quarenta mil registrados). Escreveu dentre muitos, na Tribuna de Santos, revista Monet e rádios de todo o Brasil.

Confirmando sua fama do critico de Cinema mais conhecido e admirado do Brasil. Membro da Academia de Hollywood e curador oficial do festival de Gramado Rubens Ewald Filho foi curador do Festcine Goiania em todas as suas edições desde 2005 data da sua criação. E agora merecidamente recebe esta homenagem do FestCine Goiânia.

Seu nome batiza a primeira mostra de longas goianos: MOSTRA DE LONGAS GOIANOS RUBENS EWALD FILHO

Festcine Goiania 2019 | Secretaria Municipal de Cultura de Goiânia. Prefeitura de Goiânia.